The Bible

 

Ezequiel 4:17

Almeida Atualizada         

Studera inre mening

← Läs förra    Full kapitel    Läs nästa →

17 até que lhes falte o pão e a água, e se espantem uns com os outros, e se definhem na sua iniqüidade.

   Studera inre mening
From Swedenborg's Works

Kärn passager:

The Inner Meaning of the Prophets and Psalms 127


Andra hänvisningar från Swedenborg till denna vers:

Arcanos Celestes 2165, 3104, 9323, 9412, 10037

Apocalipse Revelado 50, 350, 880

A Brief Exposition of New Church Doctrine 100

Doutrina Do Senhor 16, 64

True Christian Religion 130


References from Swedenborg's unpublished works:

Apocalypse Explained 71, 617, 633, 805

Coronis (An Appendix to True Christian Religion) 56

Scriptural Confirmations 4, 52

Annan kommentar

  Berättelser:

Hop to Similar Bible Verses

Levítico 26:39

2 Reis 6:25

2 Crônicas 34:24

Ezequiel 24:23

Betydelsen av Bibelorden

pão
The word “bread” is used two ways in the Bible. In some cases it means actual bread; in others it stands for food in general....

água
Water was obviously of tremendous importance in Biblical times (and every other time). It is the basis of life, the essential ingredient in all drinks,...

iniqüidade
In the Word three terms are used to mean bad things that are done. These three are transgression, iniquity, and sin, and they are here...

Resources for parents and teachers

The items listed here are provided courtesy of our friends at the General Church of the New Jerusalem. You can search/browse their whole library by following this link.


 Ezekiel: The Prophet As an Example
Worship Talk | Ages 7 - 14

From Swedenborg's Works

 

Apocalipse Revelado #350

Apocalipse Revelado (Tradução Figueiredo)      

Study this Passage

Gå till avsnitt / 962  

← Läs förra   Läs nästa →

350. (VERSÍCULO 5) DA TRIBO DE JUDÁ DOZE MIL ASSINALADOS significa o amor celeste, que é o amor ao Senhor, e esse amor em todos os que estarão no Novo Céu e na Nova Igreja do Senhor. Por “Judá”, no sentido supremo, é significado o Senhor quanto ao amor celestial; no sentido espiritual, é significado o reino celeste do Senhor e a Palavra; e, no sentido natural, é significada a doutrina da Igreja celestial procedente da Palavra. Aqui, porém, por “Judá” é significado o amor celestial, que é o amor ao Senhor. Porque Judá é nomeada em primeiro lugar na série, por isso ela significa esse amor em todos os que estarão no Novo Céu e na Nova Igreja do Senhor, pois a tribo nomeada em primeiro lugar é o todo em relação às outras; ela é para elas como a cabeça e como um universal que entra em todas as coisas que se seguem; ela as liga juntamente, as qualifica e as afeta. Este é o amor ao Senhor. Que “doze mil” significa todos aqueles que estão nesse amor, vê-se no n. 348, acima.

(Referenser: Revelação 7:5)


[2] Sabe-se que as doze tribos de Israel depois de Salomão foram divididas em dois reinos: o reino judaico e o reino israelita. O reino judaico representava o reino celeste ou sacerdotal do Senhor, e o reino israelita representava o reino espiritual ou a realeza do Senhor. Mas este último foi destruído quando não havia mais qualquer espiritualidade entre seus integrantes, enquanto o reino judaico foi conservado por causa da Palavra e porque o Senhor devia nascer nele. Mas, quando eles (os judeus) adulteraram inteiramente a Palavra e por conseguinte, não puderam reconhecer o Senhor, então o reino judaico foi destruído. Por estas explicações, é evidente que pela “tribo de Judá” é significado o amor celestial, que é o amor ao Senhor. Mas como, em relação à Palavra e ao Senhor, os judeus eram tais, pela “tribo de Judá” também é significado o amor oposto, que é o amor de si, propriamente o amor de dominar proveniente do amor de si, amor que é denominado amor diabólico.

[3] Que por “Judá” e por sua tribo é significado o reino celeste e o seu amor, que é o amor ao Senhor, vê-se pelas seguintes passagens:

“Judá, os teus Irmãos te celebrarão: não será retirado o cetro de Judá até que venha Siló e a ele a obediência dos povos; ele ata à vide o seu pequeno asno e o filho de sua jumentinha à vide excelente; lava a sua vestimenta no vinho; rubro de olhos pelo vinho e branco de dentes pelo leite” (Gênesis 49:8-12)

“David será príncipe para eles na eternidade: e contratarei com eles uma aliança de paz; aliança de paz haverá com eles, e porei o santuário no meio deles para a eternidade” (Ezequiel 37:25, 26)

“Regozija-te e alegra-te, filha de Sião; Jehovah fará para Si uma herança de Judá, Sua porção sobre a terra de santidade” (Zacarias 2:10-12)

“Celebra, ó Judá, as tuas festas; cumpre os teus votos, porque não sucederá mais que belial passe por ti, todo ele será cortado” (Naum 1:15)

“Subitamente o Senhor virá a Seu templo; então será suave a Jehovah a mincha de Judá e de Jerusalém como nos dias do século” (Malaquias 3:1, 4)

“Judá se assentará pela eternidade e Jerusalém por geração e geração” (Joel 3:20)

“Eis, dias virão em que suscitarei a David um germe justo; nos seus dias Judá será salvo” (Jeremias 23:5, 6)

“Produzirei de Jacob uma semente e de Judá um herdeiro das Minhas montanhas, para que os eleitos possam possuí-los” (Isaías 65:9)

“Judá tornou-se santuário e Israel domínio d'Ele” (Salmo 114:2)

“Eis que vêm os dias em que contratarei com a casa de Judá uma nova aliança. Essa aliança será; darei Minha lei no meio deles e a escreverei sobre o coração deles” (Jeremias 31:31, 33)

“Naqueles dias, dez varões pegarão na orla da veste de um judeu, dizendo; Iremos convosco porque ouvimos que Deus está convosco” (Zacarias 8:23)

“Assim como os novos céus e a nova terra que vou fazer estarão diante de Mim, assim estarão a vossa semente e o vosso nome; os reis das nações serão os teus nutridores; os príncipes deles (serão) tuas amas; curvarão a face para a terra diante de ti e lamberão o pó de teus pés” (Isaías 66,-22, 49:23).

(Referenser: Ezequiel 37:25-26, Ezequiel 37:26-27; Isaías 49:22-23; Jeremias 23:5-6, 31:27, Jeremias 31:33-34; Mateus 3:1-4; Zacarias 8:22-23)


[4] Por estas passagens e muitas outras em tão grande número que não podem ser citadas, pode-se ver claramente que por “Judá” não se entende Judá, mas a Igreja. (É o que se entende) por o Senhor vir contratar com essa nação uma aliança nova e eterna, fazer dela herança e santuário Seus para a eternidade, a (fazer com que) “os reis das nações e os seus príncipes se prostrem diante dela para lamberem o pó de seus pés” e, assim, em muitas outras passagens.

[5] Que pela “tribo de Judá”, considerada em si própria (sentido oposto), se entende o reino diabólico, que é o amor de dominar derivado do amor de si, pode-se ver por estas passagens:

“Ocultarei Minhas faces deles, verei qual será a posteridade deles;
eles são uma geração de perversão: filhos em que não há fidelidade;
eles (são) uma nação perdida de conselhos; sua vide é da vide de Sodoma e dos campos de Gomorra; suas uvas são uvas de fel, cachos de amarguras para eles; veneno de dragões é o vinho deles e fel cruel de áspides. Não está tudo isto escondido comigo, selado em Meus tesouros?” (Deuteronômio 32:20-34)

“Sabe que não é por causa de tua justiça nem por causa da retidão de teu coração que Jehovah te dá a terra de Canaã, porque tu és povo duro de cerviz” (Deuteronômio 9:5, 6) “De acordo com o número de tuas cidades foram os teus deuses, ó Judá;
segundo o número das praças de Jerusalém elevaste altares para perfumares Baal” (Jeremias 2:28:11 ;13) “Vós sois de vosso pai, o diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai” (João 8:44).

Diz-se deles que estão “cheios de hipocrisia, iniquidade e impureza” (Mateus 23:27, 28), que são “uma geração adúltera” (Mateus 12:39, Marcos 8:38), e que Jerusalém, a morada deles, foi chamada de “Sodoma” (Isaías 3:9, Jeremias 23:14, Ezequiel 16:46, 48, Apocalipse 11:8). Além disso em outras passagens, onde se diz que essa nação está completamente perdida e que Jerusalém deve ser destruída, como em Jeremias 5:1; 6:6, 7; 7:17, 18 e seguintes — 8:6-8 e seguintes — 9:10, 11,13 e seguintes — 13:9, 10, 14; 14:16, Lamentações 1:8, 9, 17Ezequiel 4:1 até o fim — 5:5 até o fim — 12:18, 19; 15:6-8; 16:1-63; 23:1-49.

(Referenser: Deuteronômio 9:5-6; Ezequiel 4, 5:5-17, 12:18-19, Ezequiel 37:25-26; Jeremias 6:6-7, 7:17-18, 9:10-11, 9:11-12, 9:14, 11:13, 13:9-10, Jeremias 31:27, Jeremias 31:33-34; Lamentações 1:8-9; Mateus 23:27-28; Zacarias 8:22-23)

Gå till avsnitt / 962  

← Läs förra   Läs nästa →

   Study this Passage
From Swedenborg's Works

Inbound References:

Apocalipse Revelado 96, 266, 342, 862, 915


   Verktyg för forskning om Swedenborg

Other New Christian Commentary

Tradução de J. Lopes Figueiredo. EDITORA E LIVRARIA SWEDENBORG LTDA. Rua das Graças, 45 — Bairro de Fátima Rio de Janeiro — Brasil CEP 20240 1987


Översätt: