A Bíblia

 

Joshua 5:13-15 : Joshua on Holy Ground

Estude

           |

13 And it came to pass, when Joshua was by Jericho, that he lifted up his eyes and looked, and, behold, there stood a man over against him with his sword drawn in his hand: and Joshua went unto him, and said unto him, Art thou for us, or for our adversaries?

14 And he said, Nay; but as captain of the host of the LORD am I now come. And Joshua fell on his face to the earth, and did worship, and said unto him, What saith my lord unto his servant?

15 And the captain of the LORD's host said unto Joshua, Loose thy shoe from off thy foot; for the place whereon thou standest is holy. And Joshua did so.

Comentário

 

Tire os seus sapatos!

     

By New Christian Bible Study Staff (machine translated into Português)

From a Sakura picnic, Yoyogi park, Tokyo, March 2016.

Nesta breve história do Livro de Josué, capítulo 5, um anjo aparece a Josué, perto de Jericó, e diz-lhe para tirar os sapatos, pois ele está de pé em solo sagrado.

Há uma passagem semelhante, mas mais conhecida, na história de Moisés e da Sarça Ardente, em Êxodo 3:5, onde Jeová ordena a Moisés que tire os sapatos, novamente porque ele está em terra santa.

O que significam estas histórias?

Em ambas as histórias, há um aviso. O anjo que confronta Josué fá-lo com uma espada desembainhada. Em Êxodo, há um arbusto ardente, e Jeová avisa Moisés: "Não te aproximes deste lugar". Estas advertências significam que Moisés e Josué têm que crescer além de pensar no Divino, a partir de um nível sensual. Ao invés disso, eles precisam começar a se aproximar do Divino com suas mentes mais interiores, através do que eles amam e entendem.

Dizem aos dois para tirarem os sapatos. Porquê? Os sapatos representam a parte mais baixa e sensual da nossa mente. Essa parte baixa, fisicamente orientada da nossa mente pode atrapalhar a nossa capacidade de elevar as nossas mentes e começar a pensar claramente nas coisas espirituais.

É interessante. Precisamos ser capazes de elevar nossas mentes para sermos capazes de receber e pensar em verdades espirituais, e também precisamos vivê-las através de nossas mentes naturais no mundo natural. Temos de ser bons a usar esta tensão entre a elevação e o aterramento.

Se fizermos progressos no nosso pensamento espiritual, e na vivência das verdades que conhecemos, gradualmente nossa mente natural será reformada, também, para que seja capaz de receber influxo do Senhor, também. Aqui estão links para duas das principais passagens dos trabalhos da Swedenborg que explicam isso mais a fundo:

Arcana Coelestia 6843, e Arcana Coelestia 6844.

A Bíblia

 

Josué 5

Estude

           

1 Quando, pois, todos os reis dos amorreus que estavam ao oeste do Jordão, e todos os reis dos cananeus que estavam ao lado do mar, ouviram que o Senhor tinha secado as águas do Jordão de diante dos filhos de Israel, até que passassem, derreteu-se-lhes o coração, e não houve mais ânimo neles, por causa dos filhos de Israel.

2 Naquele tempo disse o Senhor a Josué: Faze facas de pederneira, e circuncida segunda vez aos filhos de Israel.

3 Então Josué fez facas de pederneira, e circuncidou aos filhos de Israel em Gibeate-Haaralote.

4 Esta é a razão por que Josué os circuncidou: todo o povo que tinha saído do Egito, os homens, todos os homens de guerra, já haviam morrido no deserto, pelo caminho, depois que saíram do Egito.

5 Todos estes que saíram estavam circuncidados, mas nenhum dos que nasceram no deserto, pelo caminho, depois de terem saído do Egito, havia sido circuncidado.

6 Pois quarenta anos andaram os filhos de Israel pelo deserto, até se acabar toda a nação, isto é, todos os homens de guerra que saíram do Egito, e isso porque não obedeceram à voz do Senhor; aos quais o Senhor tinha jurado que não lhes havia de deixar ver a terra que, com juramento, prometera a seus pais nos daria, terra que mana leite e mel.

7 Mas em lugar deles levantou seus filhos; a estes Josué circuncidou, porquanto estavam incircuncisos, porque não os haviam circuncidado pelo caminho.

8 E depois que foram todos circuncidados, permaneceram no seu lugar no arraial, até que sararam.

9 Disse então o Senhor a Josué: Hoje revolvi de sobre vós o opróbrio do Egito; pelo que se chama aquele lugar: Gilgal, até o dia de Hoje.

10 Estando, pois, os filhos de Israel acampados em Gilgal, celebraram a páscoa no dia catorze do mês, à tarde, nas planícies de Jericó.

11 E, ao outro dia depois da páscoa, nesse mesmo dia, comeram, do produto da terra, pães ázimos e espigas tostadas.

12 E no dia depois de terem comido do produto da terra, cessou o maná, e os filhos de Israel não o tiveram mais; porém nesse ano comeram dos produtos da terra de Canaã.

13 Ora, estando Josué perto de Jericó, levantou os olhos, e olhou; e eis que estava em pé diante dele um homem que tinha na mão uma espada nua. Chegou-se Josué a ele, e perguntou-lhe: És tu por nós, ou pelos nossos adversários?

14 Respondeu ele: Não; mas venho agora como príncipe do exército do Senhor. Então Josué, prostrando-se com o rosto em terra, o adorou e perguntou-lhe: Que diz meu Senhor ao seu servo?

15 Então respondeu o príncipe do exército do Senhor a Josué: Tira os sapatos dos pés, porque o lugar em que estás é santo. E Josué assim fez: